Alterar a presunção da inocência? Não se mudam leis com raiva!

Da série De Tédio Ninguém Morre Neste País – parte 3, exsurge no horizonte, ao mesmo tempo, PEC do Dep. Ivan Manente (a CCJ da Câmara aprovou dia 20.11.2019 o relatório por 50 a 12) e Projeto capitaneado por Alcolumbre, este por alteração do Código de Processo Penal, para impor prisão em segunda instância — a revanche …

Leia MaisAlterar a presunção da inocência? Não se mudam leis com raiva!

Propostas foram ideias, decisão foi proibir execução provisória, diz Marco Aurélio

“Concretamente, o que decidimos ontem foi que é constitucional o artigo 283 do Código de Processo Penal e que não se pode executar a pena de forma provisória”, esclarece o ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal. Ele foi o relator das três ações que discutiram a constitucionalidade do artigo do CPP, que proíbe a execução da …

Leia MaisPropostas foram ideias, decisão foi proibir execução provisória, diz Marco Aurélio

Nem a inquisição executou antes do trânsito em julgado, diz Rosa Weber

“Goste eu pessoalmente ou não, esta é a escolha político-civilizatória manifestada pelo poder constituinte, e não reconhecê-la importa, com a devida vênia, reescrever a Constituição para que ela espelhe o que gostaríamos que dissesse, em vez de observarmos”. A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal,  votou nesta quinta-feira (24/10) contra a prisão em segunda instância.  …

Leia MaisNem a inquisição executou antes do trânsito em julgado, diz Rosa Weber

Para criminalistas, decisão do STF preserva direito de defesa e respeita constituição

A decisão do Plenário do Supremo Tribunal Federal de garantir ao réu o direito de ser o último a ser ouvido nas alegações finais garantiu o contraditório e o amplo direito de defesa. É o consenso entre especialistas ouvidos pela ConJur. “O STF reconheceu o direito de defesa, o devido processo legal e consagrou a regra …

Leia MaisPara criminalistas, decisão do STF preserva direito de defesa e respeita constituição

Gilmar Mendes volta a se posicionar pela execução da pena após decisão do STJ

Ao manter a execução provisória da pena de um ex-vereador de Sousa (PB), o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, voltou a se posicionar favoravelmente à possibilidade da execução provisória somente após decisão do Superior Tribunal de Justiça. No caso, o próprio ministro havia concedido uma liminar impedindo a execução provisória antes do julgamento …

Leia MaisGilmar Mendes volta a se posicionar pela execução da pena após decisão do STJ

Execução provisória não vale para penas restritivas de direitos, diz Gilmar Mendes

Embora o Supremo Tribunal Federal tenha permitido a execução provisória da pena, o entendimento não vale para as penas restritivas de direitos. Isso porque as ações analisadas pela corte não tratam desse tipo de pena. O entendimento foi aplicado pelo ministro do STF Gilmar Mendes ao suspender a execução provisória de penas restritivas de direitos impostas …

Leia MaisExecução provisória não vale para penas restritivas de direitos, diz Gilmar Mendes

Judiciário deve julgar o passado, deixando que a política conduza o presente e o futuro

*Artigo publicado no Anuário da Justiça Brasil 2019, que será lançado nesta quarta-feira (29/5) no Supremo Tribunal Federal As comarcas, seções judiciárias e tribunais deste país continental são testemunhas do esforço diário dos juízes para cumprir sua indispensável e difícil missão de julgar. Eles fazem parte do dia a dia das cidades e das pessoas. Estão ali …

Leia MaisJudiciário deve julgar o passado, deixando que a política conduza o presente e o futuro

Nelson Jr./SCO/STF

Supremo toma decisões controversas e sofre ataques por sua atuação institucional

Juízes e tribunais passaram a integrar a paisagem política ao lado do Legislativo e do Executivo. O Supremo Tribunal Federal, como cúpula do sistema de Justiça e em posição privilegiada na Praça dos Três Poderes, é o ente com maior projeção nesse cenário de Judiciário sob holofotes — e mais recentemente, sob ataque. Trata-se de um …

Leia MaisSupremo toma decisões controversas e sofre ataques por sua atuação institucional

Gilmar propõe que STF mude posição para autorizar impugnação de delação por terceiros

A 2ª turma do STF julgará a possibilidade de terceiros impugnarem acordo de colaboração premiada. A tese está em pauta em dois HCs de pacientes que respondem a ação penal derivada da operação Publicano, que investigou desvio de recursos da Receita no Paraná. Os autores sustentam a ilegalidade de termo aditivo de acordo de delação …

Leia MaisGilmar propõe que STF mude posição para autorizar impugnação de delação por terceiros

Assembleia Legislativa pode derrubar prisão de deputado estadual, decide STF

BRASÍLIA – Por 6 a 5, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (8) que as assembleias legislativas podem revogar as prisões de deputados estaduais decretadas pela Justiça. O julgamento sobre a extensão da imunidade dos deputados estaduais começou em dezembro de 2017, dividiu o plenário da Corte e sofreu uma reviravolta nos minutos finais, após …

Leia MaisAssembleia Legislativa pode derrubar prisão de deputado estadual, decide STF